Pular para o conteúdo principal

PREPARAÇÃO PARA VINDA DE UM NOVO BEBÊ


A notícia da chegada de um novo ser geralmente provoca um misto de emoções em toda a família, mas principalmente na mulher onde as transformações são imensas.
Após o período de adaptação logo começam a organizar o quarto, o cantinho do bebê, a preparação das roupinhas e sapatinhos para que fique “tudo pronto”. Claro, que precisamos estar preparadas com todo enxoval para receber nossos pequenos, mas gosto de lembrar que temos muitas questões importantes para também nos concentrarmos e às vezes parece que paramos por aqui: montar o enxoval, frequentar as consultas e fazer o chá de bebê para arrecadar fraldas. Não é uma crítica e sim uma reflexão. 
O nascimento de um filho/a é lindo, um verdadeiro milagre acompanhar esse ser desde o nosso ventre até seus passos adultos. Mas, às vezes, é demasiadamente romantizado na sociedade e acabamos não fazendo alguns planejamentos importantes. Podemos dizer que é lindo ver toda essa transformação, mas não é fácil independente de todo apoio que a mulher tenha. Vai exigir muita entrega, respiração, deixar de ser nós por um tempo para estarmos literalmente fundidas com esse novo ser e bem aos poucos voltar a ser nós mesmas. E nunca mais daquela forma anterior porque sempre terá uma extensão nossa vivendo no mundo. Precisamos estudar, ter consciência das nossas atitudes porque nosso filho será o reflexo das pessoas com quem mais convive. Ele nos mostrará como um espelho o que temos de positivo e nossos maiores pontos que precisam ser trabalhados. A “nova mãe” e o “novo pai” devem se preparar e ter consciência dessa sua nova etapa de vida, desse novo caminhar sempre acompanhados.
Também é importante planejar assuntos práticos com a casa: quem cuidará da casa que a mãe possa cuidar do seu bebê? quem fará a comida? ou quem poderá deixar algumas comidas prontas congeladas? como ficará o trabalho? e a licença-maternidade? ou quem arcará com a parte financeira? quem vai pagar as contas? São questões que muitas vezes deixamos para ver depois, mas que é muito importante nos preparamos. O importante é deixar o ambiente mais propício e preparado possível para que a mãe possa cuidar do seu bebê e outras pessoas façam as tarefas paralelas para ela. Uma mulher não precisa de ajuda para cuidar do bebê e sim quem cuide do entorno para que ela possa estar inteira para seu bebê.
Quando uma mulher engravida, ela realmente precisa de uma tribo. Mulheres mais experientes ou que estejam passando pela mesma fase. Esse apoio emocional e físico que sempre existiu hoje está caracterizado na função da Doula. As mulheres com as Doulas, ou não, estão se juntando e formando grupos que se apoiam, que compartilham informações, evidências científicas e experiências. As mulheres querem tomar posse novamente das suas escolhas no momento de parir. E isso é maravilhoso.
O que precisamos equilibrar aqui, na minha visão, é o excesso de expectativa para o parto e criação do filho. Por mais expectativa que se tenha somente no momento saberemos como será a chegada do nosso bebê. E como será a criação do nosso filho/a. Então, o que sugiro é sempre nos informarmos, lermos, assistirmos vídeos, fazermos o Plano de Parto, terapias, participar de cursos e grupos sem colocar excesso de expectativa para o momento do parto/nascimento e criação do seu filho/a. Planejar é importante, mas também é muito importante Confiar, Acreditar, Soltar, Respirar, Aceitar e Entregar. Esse equilíbrio vai sendo conquistado ao longo do caminho porque para cada mulher, para cada homem esse caminho será de uma forma diferente. Podemos escutar mil histórias de parto e de como criar os filhos, mas é no dia-a-dia que vamos, com muita sensibilidade, percebendo “a melhor” forma para nós e nossos filhos. O importante é que através de toda essa busca de informações e trocas, com certeza, teremos uma chance muito maior de que aconteça a melhor experiência para todos nos transformando em seres humanos melhores e  maior chance de deixarmos melhores filhos para o mundo!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ALMOFADAS DE AMAMENTAÇÃO

Quais as vantagens de se utilizar a almofada de amamentação??


 
**Pode-se amamentar por longos períodos de forma confortável para a mãe e para o bebê;
**Ajuda a manter a posição correta da mãe evitando tensão muscular nos ombros, braços e pescoço;
**Também evita problemas nas costas e coluna;
**O bebê fica devidamente apoiado e seguro;
**Pode ser utilizada durante a gestação para apoiar a barriga na hora de dormir:
**Pode ser utilizada no pós-parto para apoiar o bebê deitado e sentado.

** Permite que este momento de plenitude entre mãe e bebê seja ainda mais prazeroso para ambos** **Um ítem extremamente importante e muito utilizado no cuidado com o bebê**
 
ENTRE EM CONTATO!!

INDICAÇÕES DA OMS (ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE) NO ATENDIMENTO AO PARTO NORMAL

Via site: partodoprincipio.com.br




A) Condutas que são claramente úteis e que deveriam ser encorajadas:
1. Plano individual determinando onde e por quem o parto será realizado, feito em conjunto com a mulher durante a gestação, e comunicado a seu marido/ companheiro e, se aplicável, a sua família.
2. Avaliar os fatores de risco da gravidez durante o cuidado pré-natal, reavaliado a cada contacto com o sistema de saúde e no momento do primeiro contacto com o prestador de serviços durante o trabalho de parto e parto.
3. Monitorar o bem-estar físico e emocional da mulher ao longo do trabalho de parto e parto, assim como ao término do processo do nascimento.
4. Oferecer líquidos por via oral durante o trabalho de parto e parto.
5. Respeitar a escolha da mãe sobre o local do parto, após ter recebido informações.
6. Fornecimento de assistência obstétrica no nível mais periférico onde o parto for viável e seguro e onde a mulher se sentir segura e confiante.
7. Respeito ao direito da mulher à pr…